3° chave da cura: Ame, não seja melindroso

3° chave

Existem pessoas que são muito melindrosas, isto é, se ofendem facilmente, acham estarem sempre certos, e parecem sempre magoados por alguma coisa. Se uma pessoa é cristã, precisa sem medo ou sentimento de culpa se examinar e tomar a decisão amar. Quando não amamos Deus não esta em nós, negamos a obra de Jesus na cruz e entristecemos o Espírito Santo. Por que?

Em Romanos 5,5 lemos: “Porque o amor foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”. Quando qualquer coisa nos ofende, e não reagimos a este sentimento negativo, permitindo que ele nos afaste das pessoas ou nos faça desistir, significa que estamos bloqueando a fonte de onde vem todas bênçãos e milagres.

Andar no amor é andar no Espírito. Andar com mágoas é andar na carne. Qual o remédio? Primeiro peça ao Espírito Santo a graça de fazer você viver como lemos em 1Coríntios 13,4-5: “A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor.”

Copie este versículo e leve junto de você, leia naquela hora em que uma pessoa, uma atitude ou palavras despertarem o sentimento negativo de mágoa ou ofensa. Faça isso se tornar normal na vida pessoal, familiar, relacionamento com as pessoas no dia a dia, trabalho, estudo e igreja.

Você não será mais uma pessoa melindrosa, mas amorosa. Você experimentará o Espírito Santo agindo com seu poder. Você terá consolo, proteção, força, coragem. Deixe o Espírito Santo tornar você a expressão viva do amor de Deus, pela bondade em seu rosto, olhos, sorriso, e palavras.

E assim, você estará ativando a cura, a benção, a libertação e se forem necessários milagres.

Pe. Alberto Gamberini

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>